Ir direto para menu de acessibilidade.

Sobre o Nedi

Núcleo de Educação da Infância: educação pública, gratuita e de qualidade

O Núcleo de Educação da Infância (NEDI) situado no campus histórico da UFLA é uma unidade acadêmica vinculada à Pró-Reitoria de Graduação que tem por finalidade o planejamento, a supervisão e a oferta da Educação Infantil no âmbito da Universidade Federal de Lavras (UFLA).

Os primeiros anos de vida da criança são muito importantes para o seu desenvolvimento e aprendizagem. Nesse período, ela adquire importantes habilidades físicas, emocionais, sociais e cognitivas que serão úteis para toda a sua vida. Para que esse processo ocorra, é necessário considerar a relação entre o cuidar e o educar como ações que acontecem de forma indissociável em toda a prática educativa.

Nessa perspectiva, o NEDI prioriza a garantia da igualdade de tratamento, promovendo o desenvolvimento integral da criança em seus aspectos físico, psicológico, intelectual e social, complementando a ação da família e da comunidade, de acordo o que dispõe a Lei de Diretrizes e Bases na Educação Nacional – LDB – Lei 9.394/96 (BRASIL, 1996).

Baseado na legislação vigente e visando garantir o cumprimento dos princípios éticos, políticos e estéticos, o NEDI estabelece os seguintes objetivos a serem alcançados a partir do que se elencam nas Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Infantil –DCNEI (BRASIL, 2009):

  • Promover o conhecimento de si e do mundo por meio da ampliação de experiências sensoriais, expressivas, corporais que possibilitem a movimentação ampla, a expressão da individualidade e o respeito pelos ritmos e desejos da criança.
  • Favorecer a imersão das crianças nas diferentes linguagens e o progressivo domínio por elas de vários gêneros e formas de expressão: gestual, verbal, plástica, dramática e musical.
  • Possibilitar às crianças experiências de narrativas, de apreciação e de interação com a linguagem oral e escrita, e o convívio com diferentes suportes e gêneros textuais orais e escritos;
  • Recriar, em contextos significativos para as crianças, relações quantitativas, medidas, formas e orientações espaço-temporais.
  • Ampliar a confiança e a participação das crianças nas atividades individuais e coletivas.
  • Possibilitar situações de aprendizagem mediadas para a elaboração da autonomia das crianças nas ações de cuidado pessoal, auto-organização, saúde e bem-estar.
  • Possibilitar vivências éticas e estéticas com outras crianças e grupos culturais, que alarguem seus padrões de referência e de identidades no diálogo e reconhecimento das diferenças de gênero, sexual, étnico racial, entre outras.
  • Incentivar a curiosidade, a exploração, o encantamento, o questionamento, a indagação e o conhecimento das crianças em relação ao mundo físico e social, ao tempo e à natureza.
  • Promover o relacionamento e a interação das crianças com diversificadas manifestações de música, artes plásticas e gráficas, cinema, fotografia, dança, teatro, poesia e literatura.
  • Promover a interação, o cuidado, a preservação e o conhecimento da biodiversidade e da sustentabilidade da vida na Terra, assim como o não desperdício dos recursos naturais.
  • Propiciar a interação e o conhecimento pelas crianças das manifestações e tradições culturais brasileiras.
  • Oferecer condições e recursos para que as crianças usufruam seus direitos civis, humanos e sociais.
  • Assumir a responsabilidade de compartilhar e complementar a educação e cuidado das crianças com as famílias.
  • Possibilitar tanto a convivência entre crianças e entre adultos e crianças quanto à ampliação de saberes e conhecimentos de diferentes naturezas.
  • Promover a igualdade de oportunidades educacionais entre as crianças de diferentes classes sociais no que se refere ao acesso a bens culturais e às possibilidades de vivência da infância.
  • Construir novas formas de sociabilidade e de subjetividade comprometidas com a ludicidade, a democracia, a sustentabilidade do planeta e com o rompimento de relações de dominação etária, socioeconômica, etnicorracial, de gênero, regional, linguística e religiosa.

Regimento Interno